domingo, 6 de maio de 2018

SOL EM TRÂNSITO PELAS CASAS




Na mitologia o Sol simboliza a fonte constante de luz, calor e energia vital. Na Índia, por exemplo, é a estrela que dá a vida, mas logo se desinteressa da sua descendência. A Lua, por sua vez, preside aos nascimentos mas continua sendo uma mãe carinhosa. Em geral, não se pode compreender o Sol sem ter em conta a Lua.
O Sol, centro da nossa carta astral, é como uma criança. Crescerá e amadurecerá através das nossas distintas experiências que serão analisadas e compreendidas pelos trânsitos.
Podemos observar alguma correspondência entre o estudo dos planetas e os conceitos da psicanálise. Cada ser funciona de diferentes maneiras: o subconsciente, que não está ao alcance imediato da nossa mente mas ao qual se pode aceder trabalhando sobre si mesmo; o consciente -o eu- simbolizado pelo Sol, ou seja, o nosso pensamento consciente, e o inconsciente, simbolizado por Plutão, instância constituída por conteúdos reprimidos; o superego, simbolizado por Saturno, juiz e sensor do eu, constituído pela nossa educação, as leis morais e sociais e o nosso sentimento de culpa. Para se sentir melhor, convém encontrar um equilíbrio entre estas diferentes instâncias.
O Sol simboliza em astrologia o mundo do eu e em negativo, o superego. É, pois, um mediador repleto de vínculos entre os processos psíquicos. Simplificando, pode-se dizer que serve de árbitro entre ele e o eu. (Sobre os outros planetas esquematicamente: Saturno está também em relação com o eu, o superego e o ideal do eu; a Lua, Vénus e Neptuno, planetas relativamente mais passivos com ele; Marte e Plutão com um selo mais ativo, o instinto). Em resumo, o Sol corresponde à imagem que temos de nós mesmos, a que desejamos ter, ao ideal de um eu modelo ao qual tentamos aproximar-nos. Constitui também o substituto do narcisismo perdido de nossa infância. Representa a imagem do pai, com a qual nos podemos identificar com mais ou menos sucesso.
O Sol dá-nos o impulso para ser e criar. Simboliza a vontade. Pelo lado positivo, pode-nos dotar de uma mente brilhante. Negativamente, podemos ter uma tendência excessiva para nos destacar dos outros e tornar-nos demasiado exigentes. Permite-nos somente o acesso ao que pode ser satisfeito sem que origine consequências prejudiciais.
O Sol leva 365 dias a dar a volta ao Zodíaco. Ou seja, durante um ano,  permanece um mês em cada uma das 12 casas da nossa Carta Astral e passa por todos os planetas e pontos da mesma. No curso destes trânsitos, assinalará e destacará as suas características. Os seus efeitos por Conjunção são os mais determinantes.
Tomemos um exemplo: Saturno transita por Vénus Natal. Este trânsito gera um ambiente um pouco difícil no plano afetivo. Faz pensar que estamos ganhado maturidade no que se refere aos nossos sentimentos. A passagem do Sol por Saturno e Vénus, reatualizará essa sensação. A partir desse momento desenvolveremos uma consciência mais aguda do problema e seremos capazes de integrá-lo e compreendê-lo.
Devemos observar a trajetória do Sol, como também a dos outros planetas, tendo em conta o estado geral do céu. Convém saber igualmente, que o trânsito do Sol é repetitivo e relativamente secundário (salvo em conjunção sobre um planeta natal ou sobre um trânsito de planeta pesado).


segunda-feira, 23 de abril de 2018

JÚPITER NATAL NA CASA 1




Acompanhado por fanfarra e rufar de tambores, Júpiter faz a sua aparição no palco da Casa 1. 
O posicionamento por casa deste planeta indica onde estamos abertos a uma inspiração superior. Quem tem Júpiter na 1, a Casa do EU, são filósofos naturais, que tentam responder a algumas das questões da existência. 
O que quer que façam, têm a capacidade de inspirar e de reativar a vida e o interesse, entregando-se com grande entusiasmo inicial ao que empreendem. 
Algumas vezes são importantes pensadores no domínio social, educativo ou religioso, enquanto outras pessoas que têm este posicionamento representam mais o lado desportivo de Júpiter e levam uma vida de aventureiros ou de jogadores. 
Alguns são o tipo de pessoa que veste sempre a última moda e a quem se vê em todos os lugares novos e excitantes. Entre os que têm Júpiter nesta Casa encontram-se também os amantes da natureza, que escalam montanhas para conseguir uma visão cada vez mais vasta.
Para alguns, o mundo é o seu pátio de recreio, por onde vagabundeiam encontrando-se com outros e compartilhando com eles o que têm, antes de seguir o seu périplo. Se entendermos que um planeta numa Casa indica a melhor maneira de encarar a vida nessa área, os que têm Júpiter na Casa 1 devem procurar expandir-se nas formas que estão associadas com este posicionamento. 
Por exemplo, Júpiter em Peixes deve aprofundar nas maneiras de abrir os sentimentos; se está em Aquário, Júpiter crescerá se  expandir o seu entendimento e Júpiter em Leão conseguirá isso aumentando a sua capacidade de autoexpressão. 
Por exemplo, a quase mítica superestrela Mick Jagger nasceu com Júpiter em Leão na Casa 1. Ao irradiar o seu ser através da sua música e da sua expressão criativa (Júpiter na Casa 1 rege Sagitário intercetado na Casa 5, a casa da criatividade) enche vastas salas de concerto com a sua poderosa presença. 
Enquanto Júpiter na Casa 1 quer seguir avançando cada vez mais rápido e é capaz de imaginar objetivos de largo alcance, os aspetos que Júpiter forme poderão  indicar alguma outra parte da personalidade que mantém imobilizado o nativo ou o impede de progredir. Mas provavelmente para ele seja melhor encarar a vida como uma viagem, embora tenha de fazê-la a muito menor velocidade do que gostaria. 
Nalguns casos, o exagero do sentimento de identidade é um dos perigos deste posicionamento. Convencidos inatos do quão valioso têm para oferecer, entre os que têm Júpiter na Casa 1 há os que não se guardam nada em segredo. Uma opinião desmesurada de si mesmos pode ser causa de que excedam as suas próprias capacidades. 
Às vezes, têm uma visão e uma inspiração maravilhosas, mas carecem da disciplina e da concentração necessárias para continuar em algo até terminá-lo. Como estão a tal ponto ansiosos por se libertar de todas as limitações, se as coisas ficarem difíceis, podem optar pelas saídas fáceis. 
A sua atitude alegre e despreocupada pode levá-los a ter problemas com as restrições e imposições do mundo. Podem ser um pouco comodistas e gostarão sempre que os atendam. De qualquer forma, os defeitos que esta influência astral acarreta dissimulam-se muito bem porque antes de mais mostram uma face feliz e uma atitude muito positiva em relação à vida. Estes são os principais motivos que explicam a sua grande sorte em quase todos os aspetos. 
Têm uma perspetiva otimista da vida e para os outros são joviais, confiantes e expansivos. Fazem o que podem para ser acorajadores e úteis com as pessoas e a sua generosidade e falta de agressividade fazem-nos ser muito queridos. 
Se Júpiter está com bons aspetos, é provável que a atmosfera do seu ambiente inicial tenha favorecido o crescimento e o desenvolvimento positivo destas pessoas, estimulando a sua criatividade e o seu caráter folgazão. 
Às vezes, este posicionamento indica viagens ou muitas mudanças de residência enquanto ainda se é jovem. Como Júpiter mostra uma tendência ao excesso e à expansão, estas pessoas podem ter problemas com o peso. 
Devido a que se veem como pessoas com sorte, talvez sintam que podem "escapar de tudo" sem consequências negativas. Tendem aos excessos e têm pouco sentido da moderação (ou cautela, às vezes).




segunda-feira, 19 de março de 2018

SOL EM TRÂNSITO EM ASPETO COM O MEIO-CÉU



CONJUNÇÃO:
A sua carreira, reputação e os objetivos pessoais mais importantes recebem um impulso agora, principalmente por sua própria iniciativa e vontade de afirmar os seus direitos. Você sente uma onda de energia positiva.
Superiores ou pessoas com autoridade também o notarão agora e podem ajudá-lo imensamente, permitindo-lhe completar algo que você deseja. O reconhecimento público pelo seu trabalho ou a sua contribuição pessoal única ao mundo é muito possível.

SEXTIL:
Os seus objetivos a longo prazo, a direção de sua vida, ou a direção da sua carreira, estão na sua mente agora. Você tem mais clareza ou um sentido de propósito mais forte, o qual energiza os seus esforços para avançar ou mover-se para o que realmente quer.
O reconhecimento ou  ajuda dos seus superiores, ou daqueles que estão na posição necessária para ajudá-lo é provável agora, especialmente se você tomar alguma iniciativa.

TRÍGONO:
A sua carreira, reputação, imagem pública ou os seus objetivos pessoais importantes, têm importância agora. Os seus superiores ou aqueles numa posição de suporte ou ajuda no seu caminho estão dispostos positivamente para você neste momento. Uma vitória ou sucesso pode ser alcançado.

QUADRATURA:
Está com os seus objetivos cruzados em relação às pessoas do seu ambiente. Tende a desempenhar muito forte, sendo insensível às necessidades e intenções dos outros, ou agindo inapropriadamente agora. Você sente uma necessidade de dar passos positivos para alcançar as suas metas, mas tente não exceder-se já que isto poderá causar consideráveis inimizades neste momento.

OPOSIÇÃO:
Este é o momento para retirar a sua energia, atenção e esforços do mundo exterior para se recarregar. A reflexão e a atenção, ao seu mundo interno, à sua família e âs bases que apoiam todas as suas atividades externas são requeridas agora. Este é um momento para "ficar em suspenso". Você pode ter que trabalhar tranquilamente ou sem muito reconhecimento externo neste momento.

NOTA - Os trânsitos do Sol em aspeto com os planetas natais, Asc e MC estão terminados. Começarei brevemente os trânsitos da Lua.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...